Arquivo para janeiro \11\UTC 2013

Problemas de visão

Todos os seres humanos, invariavelmente, sofrem de algum distúrbio de visão. Estes distúrbios podem ser causados por algo físico, psicológico, por uma questão de inocência e principalmente por conveniência, tem sempre alguma coisa que não queremos enxergar, pois uma vez visto existe e existindo tem que ser enfrentado de uma maneira ou de outra.

Quem nunca fez de conta que não percebia as investidas daquela(e) amiga, pois não correspondia ao sentimento e não queria atrapalhar a amizade?, Ou ainda quem nunca se iludiu dizendo que poderia parar de fumar, de se drogar, de beber, de comer, quando quisesse, pois não era viciado? A cegueira conveniente é uma coisa muito comum e faz parte diariamente do nosso cotidiano, isso não vai mudar.

Existe uma diferença grande entre conhecer suas capacidades e ser arrogante, mas será que quando nos colocamos em um patamar capaz de galgar coisas melhores para nossa vida não estamos enxergando apenas o lado que nos convém dessa situação? Será que outras pessoas não são tão boas ou melhores do que nós para fazerem jus ao lugar que desejamos? Certamente que sim, mas não queremos olhar para isso, quase todos optam por olhar para o lado que vai levar ao triunfo, e eles não estão errados.

O importante aqui é saber que existem vários pontos de vista acerca de uma mesma coisa, pontos de vista esses que podem ser completamente diferentes mas igualmente corretos, logo o certo e o errado são relativos e o futuro obviamente incerto.

Não podemos nos contaminar com o negativismo que acompanha as situações complicadas da vida, quando as coisas começam a dar errado tendemos a pensar em coisas ruins, que não podem melhorar, aí é que bate o desespero, a angústia e a depressão, o caminho perfeito para um final tragicamente infeliz.

Saber, falar, entender e explicar é muito mais fácil do que por em prática, até por isso ainda não sei como acabar esse texto, uma vez que minha história está sendo escrita agora. Mas como eu não acredito em coincidência, enquanto digitava essas infames linhas, começou a tocar a música tente outra vez de Raul Seixas, e eu escolhi enxergar que isso é uma mensagem para mim.

 

 

Anúncios